quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A canção daquele tempo


Ah! Eu queria tanto que você se lembrasse
do tempo feliz em que éramos namorados!...
Naquela época a vida parecia muito mais bela,
e o sol muito mais brilhante que hoje em dia.

As folhas que caíam eram varridas da calçada...
Veja, eu nunca esqueci:
as folhas caídas eram varridas da calçada,
assim como as lembranças e os ressentimentos,
e o vento mais forte as levava embora
para serem esquecidas no frio da noite.

Você vê? Eu não esqueci
a canção (= o amor) que você me cantava!

Era uma canção parecida conosco:
você me amava e eu te amava!
E nós vivíamos os dois juntinhos:
você, que me amava, e eu, que te amava!

Mas a vida se encarrega de separar
aqueles que se amam,
bem suavemente, sem que se perceba.
E vem as ondas do mar para apagar da areia
as pegadas dos passos dos amantes desunidos.



Oh! Je voudrais tant que tu te souviennes
Des jours heureux où nous étions amis.
En ce temps-là la vie était plus belle,
Et le soleil plus brûlant qu'aujourd'hui.

Les feuilles mortes se ramassent à la pelle.
Tu vois? Je n'ai pas oublié...
Les feuilles mortes se ramassent à la pelle,
Les souvenirs et les regrets aussi.
Et le vent du nord les emporte
Dans la nuit froide de l'oubli.

Tu vois? Je n'ai pas oublié
La chanson que tu me chantais.

C'est une chanson qui nous ressemble.
Toi, tu m'aimais et je t'aimais
Et nous vivions tous deux ensemble,
Toi qui m'aimais, moi qui t'aimais.

Mais la vie sépare ceux qui s'aiment,
Tout doucement, sans faire de bruit
Et la mer efface sur le sable
Les pas des amants désunis.



Melodia:
Les Feuilles Mortes
(com Yves Montand)

Letra:
http://letras.terra.com.br/montand-yves/56351

Música:
http://www.youtube.com/watch?v=cOsVVeojMZs
Les Feuilles Mortes - Yves Montand - tradução (2:30)



http://www.youtube.com/watch?v=kLlBOmDpn1s
Les Feuilles Mortes_Yves Montand à l´Olympia (4:25)



3 comentários:

Astrid disse...

... simplesmente linda, maravilhosa, única... enfim,"tudibom"... :)

Beijos, flores e estrelas *****

tossan® disse...

Muito linda mesmo, mas dá uma melancolia! É um clássico. Gostei da letra. Abraço

tossan® disse...

Pois é André,como você deve ter notado, foi daqui mesmo que veio a idéia da música, mas eu queria um toque de bossa jazz e com um certo balanço assim como eu gosto no blog e no meu cotidiano que é muito agitado por natureza apesar de não ser paulistano...eheheheh... Tudo que você comenta é inteligente e interage. Abraço