domingo, 31 de maio de 2009

Alguma coisa sempre está para acontecer


Mudaram as estações:
inverno, primavera, verão, outono,
muitas vezes!
Os anos se passaram
.
E, no entanto, nada mudou...
É... pode ser a aparente mesmice de sempre.

Mas eu sei
que alguma coisa aconteceu,
alguma coisa mudou, em mim, em você,
no mundo, não sei
.
Está tudo assim tão diferente...
O que mudou? O que aconteceu?

Você
se lembra quando a gente
chegou um dia a acreditar
que tudo era pra sempre?
Você, eu não sei, mas eu cheguei!
Acreditar que tudo era pra sempre,

sem saber
que o tal "pra sempre"
sempre acaba...

Lógico! Se existe alguma Eternidade,
certamente acabamos antes dela:
vivemos, mudamos, envelhecemos, morremos...
Nada é definitivo,
então o tudo não pode ser pra sempre...
Só que a gente se esquece disto,
e não quer acreditar.

Não sei se você se lembra,
nem sei se realmente chegou a acreditar nisto.
Eu posso falar por mim,
e eu acredito que fazemos durar
aquilo em que a gente acredita,
e isto enquanto a gente durar,
enquanto existirmos.


Mas, uma coisa é certa:
nada vai
conseguir mudar o que ficou!
O que vivemos juntos, o que compartilhamos,
as boas lembranças, o que conquistamos juntos!
Isto ficou, registrado na minha história
e na minha mente. Tanto que,

quando penso em alguém,
só penso em você!
É sério! Juro! Verdade!
Até mesmo quando distante,
ou na solidão que a separação impõe,
ou quando a imaginação voa a incitar fantasias
e a excitar o tesão... Você é a minha musa!

E aí, na minha divagação, no meu mundo ideal,
então estamos bem.

Mas quando olho a realidade,
vejo nossos comportamentos e reações,
é possível perceber que algumas coisas vão mal...
O que acabou, afinal? Acaba só de um lado?
Acabou mesmo ou é apenas uma fase,
mais um desafio a superar?
A vida é cheia de desafios,
não seria diferente conosco.
Se acreditamos naquilo que acreditávamos,
por que não buscar forças, ânimo e interesse
em mudar o que não está bom
e melhorar o que já funciona?


Mesmo com tantos motivos
pra deixar tudo como está,
ou pra abandonar tudo de vez,
como às vezes sei que tem vontade,
penso que o correto é:

nem desistir (em tentar),
nem tentar (jogar tudo pro ar, no lixo).

Agora, não me venha com um "ah, tanto faz!
Quero mais é voltar ao meu mundo,
minha vida de outrora, minha casa antiga..."
Não quero desistir de você assim tão fácil.

Se fomos juntos tão longe,
se chegamos tão longe, e não nos vemos juntos,
se o "pra sempre" parece que acabou,
se a estrada parece realmente distante
do nosso ponto de partida,
de onde junto partimos,
então está na hora de retornar,
é hora de reaproximar as distâncias,
é tempo de regressar ao lar, ao aconchego,
à felicidade de antes de alguma coisa ter acontecido,
é tempo agora de resgatar a felicidade
que um dia chegamos a acreditar!
E temos que fazer isto juntos!
Vem, vamos! Me de a mão, esta estrada tem volta!
Quero ver no seu sorriso que

estamos indo de volta pra casa...
pra nossa casa!
Você casa comigo de novo?

As estações continuarão mudando, isto é certo!




Melodia:
Por Enquanto
(com Legião Urbana)

Letra:
http://letras.terra.com.br/legiao-urbana/46970/

Música:
DENISE REIS canta "Por Enquanto" - 5:01



Por enquanto com Vanessa da Mata - 3:50



Legião Urbana - Por Enquanto (original) - 3:10




5 comentários:

tossan disse...

Meu amigo esta letra (e música) é muito especial é linda! Abraço

Cris Animal disse...

Lindo demais....a imaginação voa e turbilhões de pensamentos e mudanças vão ocorrendo.


beijo pra vc!

Astrid disse...

André, caríssimo,

Nem vale a pena tecer comentários... Astrid continua exótica, linda e feliz! Nada a derruba! Astrid tem coração ancestral. Astrid desde curimim tem muito abaré... :)))

Ah! O vídeo era mesmo fixe! Rir ainda é o melhor remédio. Fuiii...

Beijos, flores e estrelas *****

Astrid disse...

André,

Falta comentar o post de 05/06! Ele fica chateado.... :))))

Beijos, flores e estrelas *****

A Mi está melhor? Cuida bem dela, viu?!

Sandra S. disse...

Nada melhor do que uma música de qualidade como esta.
Raridade nos dias de hoje.

Boa escolha ;)

beijinhos